Mundo Líquido – Parte 2

texto_congresso
Mundo líquido: qual a sua forma hoje?
12 de March de 2015
Um_bom_site_pode_trazer_resultados
Um bom site pode trazer vendas para minha empresa?
29 de May de 2015
Mostrar todos

Mundo Líquido – Parte 2

texto_congresso02

Continuando o texto sobre o Congresso Criatividade Estratégica:

Gere série histórica

Ken Fujoka, da agência Loducca, falou sobre mensuração de resultados, baseado em dois principais pontos: efetividade e eficácia (e sua relação com o sucesso de uma campanha). E que a melhor maneira de vender uma ideia é mostrar os resultados que ela pode trazer para a empresa. Temos que ser capazes de quantificar, de mesurar, de criar números que apresentem a realidade que foi criada. Ou seja, criar KPI´s para medir a eficiência de cada ação, algo que possa traduzir em algo “palpável” os resultados a que se quer chegar. Para fazer isso, a grande dica é gerar série histórica, ou seja, buscar dados, criar histórico de performance para você ter um ponto de partida, algo com o que comparar e projetar expectativas. E, mais uma vez, mostrou que a forma de aprender é errando. Não tenha medo de errar.

Why – what if – Make

A palestra que fechou o dia foi simplesmente genial. Não apenas pelo conteúdo, mas pela energia circulando pela plateia. Abigail Posner foi a profissional escolhida no mercado para ensinar uma “pequena empresa” de 60 mil funcionários espalhados pelo mundo e que tem a marca mais valiosa da atualidade a pensar estrategicamente. Ela foi a responsável por inserir a cultura de planejamento no Google. “Apenas” isso. Mais do que uma profissional de sucesso, Abigail é uma profissional empolgada, que mostrou como nosso comportamento “curioso” pode ser responsável por nos trazer resultados! Como? Ela define como o “comportamento Aha!” ou seja ir questionando, investigando, perguntando incontáveis “por quês” até chegar na resposta “Aha!, então é isso!”. Ou seja, termos que ser mais questionadores. Mas, mais do que isso, temos que ir além. Aí ela apresenta a engineering philosophy do Why-what if” ou seja, você descobre o porquê de uma coisa e, no momento seguinte, começa a pensar naquela coisa diferente “E se…”. O terceiro é o MAKE. Ou seja, fazer algo a respeito disso. “Coisificar” a ideia. Prototipar. Ou, como eles usam no Google PRETOTIPAR. Que nada mais é do que transformar ideias em coisas, tornar algo subjetivo algo real. Para, então, testar. Sim, mais uma vez apareceu a questão do testar sem medo de errar. E, para Abigail, isso é lógico, afinal – e é assim que eles pensam no Google – “Tudo está em beta!”. Vivemos num ambiente de teste e temos que testar, e errar, e acertar, e aprender com o erro, até que se encontra a solução para isso. E o melhor: para que isso aconteça, nós temos que estar ABERTOS: abertos a testar as coisas sem ter CERTEZAS, abertos a ERRAR e RECEBER CRÍTICAS, abertos a REPENSAR nossa ideia que considerávamos genial. Outra questão que ela trouxe bem forte é a do “engajamento não linear”, que é criar sinapses não lineares nos consumidores para gerar engajamento. É acreditar que o consumidor é, sim, provido de cérebro e é capaz de fazer ligações não-óbvias com a marcas e, através disso, estreitar seu relacionamento com ela. Isso tudo, essas sinapses acontecendo e tudo o mais, irão gerar uma troca de energia fantástica, que é o que fará a gente avançar nesse relacionamento. Ela sugere que as empresas ofereçam felicidade em suas pautas, em suas relações com os clientes, que as empresas sejam uma fonte dessa energia. Assim, o consumidor estará conectado com a marca e, mais do que isso, vai querer compartilhar essa energia com seus amigos, com seus familiares, criando uma grande rede. E uma última dica – que cai PERFEITA para nós, pessoas curiosas que trabalham com criação e marketing – é “investiguem os pequenos Whys, busquem os porquês das coisas e surpreendam-se com a capacidade de ter novos insigths que vocês desenvolverão.”

Ao final do dia, estávamos exaustas, claro, mas muito animadas com os projetos da Dito e Feito que estão rolando e – mais ainda – com os que estão por começar! Certamente, vamos aplicar o que aprendemos por lá!!

 

 

 

Silvia Miebach
Silvia Miebach
Especialista em Inbound Marketing e Social Media

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Dúvidas?
NÓS LIGAMOS PARA VOCÊ!
Deixe que um de nossos consultores entre em contato, assim poderemos analisar suas necessidades e propor a melhor solução digital para o seu negócio. É fácil, rápido e gratuito. Você também pode inscrever-se para receber uma Avaliação Gratuita da sua Fan Page, clicando aqui!
PGlmcmFtZSBzdHlsZT0ibWFyZ2luLWJvdHRvbTogMHB4OyB6LWluZGV4OiAyMTA4OyBib3JkZXI6IDBweDsgYmFja2dyb3VuZC1jb2xvcjogdHJhbnNwYXJlbnQ7IG92ZXJmbG93OiBoaWRkZW47IiBzcmM9Imh0dHA6Ly9tZXRjb252ZS5jb20uYnIvY29udGF0by9jb250YWN0Zm9ybWdlbmVyYXRvci9lZGl0b3IvZm9ybXMvMy9pbmRleC5waHAiIGhlaWdodD0iMzgwIiB3aWR0aD0iNjgwIiBmcmFtZWJvcmRlcj0i4oCcMCIgc2Nyb2xsaW5nPSJubyI+PC9pZnJhbWU+